Previous
Next
previous
next

Dustin Dollin

Quando o mundo do skate começou a prestar atenção no garoto-problema australiano Dustin Dollin ele rapidamente foi apelidado de “Hell Spawn” (“a cria do inferno”).

Mais de uma década de skate profissional depois, Dollin manteve sua fogo e foi promovido a “The Man from Hell” (“o cara infernal”). Com seis cirurgias no joelho (mais que qualquer outro skatista profissional), ele tem sorte de ainda estar andando – mas não conte isso para ele. Após cada procedimento cirúrgico, Dustin voltou com mais fúria, andando de skate com mais força que antes. Como parte do time da Baker skateboards, uma das crews mais influentes da história, Dustin ficou conhecido ao redor do planeta como um pequeno monstro capaz de destruir os picos por onde passa. Ele tomou a internet com os vídeos “7 Day Weekend”, com imagens caseiras e randômicas. Assim como nos vídeos “Baker Bootleg”, “Baker 2G”, “Baker 3” e os projetos de vídeo da Volcom, as imagens que “sobram” de Dustin são melhores que as grandes partes dos melhores skatistas por aí. Isso não é nenhuma surpresa depois que você assiste o jeito que Dustin anda de skate. A parte mais doida é que ele é ainda mais doido fora do skate e não mostra nenhum sinal que ele vai desacelerar... nunca.

ENTREVISTA

QUAL A MELHOR VIAGEM QUE VOCÊ JÁ FEZ?

A última tour da Deathwish/Baker, foi a mais perigosa, a mais assustadora e a mais rock ‘n roll. Perigo, perigo! Seja cuidadoso! Brigas, duas prisões, por volta de 30 tatuagens feitas nos quartos, janelas sendo chutadas e recepcionistas sendo traçadas. Festa!

SKATISTA FAVORITO DA VANS?

John Cardiel, ele é e sempre vai ser uma inspiração e o mais skatista mais pesado do planeta. Também Van Wastell, descanse em paz. Aí Van, se lembra quando a gente estava em Xangai na chuva e eu joguei a moto dentro de um rio por acidente? Diversão total. Cara, eu sinto sua falta. As tours nunca mais serão as mesmas.

QUAL MANOBRA VOCÊ QUERIA MANDAR MAS NÃO CONSEGUE?

Todas as manobras que existem. Eu não ando de skate na verdade, é tudo efeito especial. Todo mundo sabe que eu posso fazer meus próprios efeitos especiais.

O ÚLTIMO BOM LIVRO QUE VOCÊ LEU?

“Mate-me Por Favor”, de Legs McNeil. Me fez entender que existe gente mais cuzona que eu, diminuindo a minha ansiedade por ser a cria do mal.

QUAIS SÃO OS SEUS HOBBIES E INTERESSE ALÉM DO SKATE?

Beber, fuder, ouvir as pessoas e seus problemas. Aprender sobre cada pessoa que eu encontro e estudar a linguagem corporal.